Um olhar (que se pretende) diferente sobre as coisas, num mundo em que muitas vezes nos sujeitamos à ditadura do politicamente correto. Não diferente só por ser diferente mas por ser pertinente.
06 de Fevereiro de 2014

Corria o não muito longínquo ano de 2001 e a Apple lançava o primeiro iPod, aquele dispositivo móvel de reprodução de música.

A Sony tinha TUDO para lançar um produto do mesmo género com mais hipóteses de sucesso. Tinha o domínio dos canais de distribuição e a experiência nos antecessores Walkman e Discman. Estranhamente, não o fez. Não se lançou de pronto neste mercado... A principal razão deve-se à aquisição por parte da Sony de importantes empresas americanas de conteúdos, nomeadamente editoras discográficas. A Sony temeu que ao produzir leitores portáteis de ficheiros de audio, faria perigar as suas receitas de vendas de Cd's... 

Pois, a Sony não o fez mas apareceu quem o fizesse e a Apple passou não só a lucrar com a venda de iPods mas também com a venda de música digital no iTunes, criando todo um admirável mundo novo de receitas. A Sony, mais preocupada com direitos de autor, receitas provenientes de modelos esgotados, DRM's e afins perdeu irremediavelmente a sua oportunidade. 

 

Quem conheceu a Sony de 2001 jamais previria estas duas notícias:

 

 

publicado por urreivainu às 13:10
mais sobre mim
Fevereiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
pesquisar neste blog