Um olhar (que se pretende) diferente sobre as coisas, num mundo em que muitas vezes nos sujeitamos à ditadura do politicamente correto. Não diferente só por ser diferente mas por ser pertinente.
28 de Agosto de 2015

Há uma realidade no mercado* laboral português que muito me entristece e inclusivé revolta. Por essa realidade (e por esta e por esta o meu desagrado e ceticismo estende-se às pessoas que nos governaram nestas últimas décadas, muitos deles com emprego por convite pessoal, seja público ou privado, e que não passam pela realidade de responder a anúncios e dos processos de recrutamento.

A realidade de que falo transparece logo no anúncio de emprego. É normal nos anúncios de emprego nacionais pedir-se uma série de requisitos (o abaixo nem é dos piores), e um perfil que aponta para que o candidato já traga toda a formação necessária (investimento zero ou quase zero na pessoa), uma vez mais o abaixo nem é dos piores… Por outro lado quantas linhas se reservaram no anuncio para o que a empresa oferece? Nenhuma. Zero. Parece que o interesse em aliciar um (bom?) candidato é nulo. Queres assim queres, não queres…. Isto está latente em mais de 90% dos anúncios de emprego portugueses…. Salário? Benefícios? Regalias? Nada… E é uma empresa de “desenvolvimento do indivíduo e no enriquecimento das Organizações”. Olha se não fosse…

 

Assistente administrativo e financeiro (M/F)
xxx- Lisboa

A xxx encontra-se a recrutar um Assistente Administrativo e Financeiro (M/F) para integração na sua equipa.

Somos uma consultora de recursos humanos, focada no desenvolvimento do indivíduo e no enriquecimento das Organizações, por via da melhoria das competências, aquisição da capacitação individual e grupal, e do aumento da eficácia e eficiência dos processos e sistemas organizacionais.

Local de trabalho: Lisboa

Responsabilidades:

- Apoio à Direcção Financeira;

- Expediente geral de escritório;

- Apoio à facturação;

- Apoio no processamento de despesas;

- Suporte na preparação e organização de documentos para envio para a contabilidade;

Perfil:

- Formação na área de Finanças, Contabilidade, Gestão ou outra relevante;

- 2 a 3 anos de experiência profissional em funções semelhantes;

- Conhecimento de software(s) de facturação;

- Autonomia e dinamismo;

- Capacidade de organização;

- Capacidade de análise e raciocínio lógico;

- Orientação para resultados;

- Capacidade de gestão do stress;

- Disponibilidade imediata.

 

*mercado muito imperfeito, cheio de protecionismos, com pouca mobilidade e onde um dos intervenientes tem claramente mais força do que outro...

 

mais sobre o assunto: http://ganhemvergonha.pt/

 

publicado por urreivainu às 15:10
mais sobre mim
Agosto 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31
subscrever feeds
pesquisar neste blog