Um olhar (que se pretende) diferente sobre as coisas, num mundo em que muitas vezes nos sujeitamos à ditadura do politicamente correto. Não diferente só por ser diferente mas por ser pertinente.
08 de Outubro de 2014

Centro Comercial Colombo. Preciso de comprar cartões de banda larga móvel por motivo profissional. Vou à loja empresarial da Vodafone. Tem mais empregados do que clientes. Tiro uma senha. Sou imediatamente chamado. Sento-me. O funcionário ignora-me enquanto digita coisas no seu teclado. Ao lado dois colegas sem clientes. Falam todos entre si. Pergunto se vendem cartões para banda larga móvel. Responde que sim se for para empresa. Continua a teclar. Fico um minuto à espera a pensar porque me chamou se não estava pronto para me anteder. Finalmente premeia-me com a sua atenção. Peço-lhe os cartões de que necessito para a empresa. Manda-me embora pois tratam-se de tarifários pré-pagos para particulares, tenho que ir à outra loja. No mesmo Colombo. Não que me tenha indicado onde fica mas eu por acaso sei. Gostei da experiência? Não. Apetece-me comprar mais produtos e serviços neste operador? Não. E lá os deixei sozinhos, e dirigi-me à loja para particulares onde tirei nova senha, esperei e venderam-me os cartões.  

 

 

publicado por urreivainu às 17:25
mais sobre mim
Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
subscrever feeds
pesquisar neste blog