Um olhar (que se pretende) diferente sobre as coisas, num mundo em que muitas vezes nos sujeitamos à ditadura do politicamente correto. Não diferente só por ser diferente mas por ser pertinente.
03 de Dezembro de 2013

Num mundo (país) perfeito os nossos autarcas (e demais representantes) eram obrigados a ver isto:

 

http://www.bloomberg.com/video/-18-billion-in-debt-images-of-decaying-detroit-NK96yupZTn~VOYRlscxBcQ.html

 

E depois eram responsabilizados pelas dívidas do seu mandato. Eram responsabilizados (cível e criminalmente) se a dívida ao término do seu mandato fosse superior á do início. 

 

http://www.publico.pt/local/noticia/autarca-de-gaia-afirma-que-a-camara-tem-uma-penalizadora-divida-de-232-milhoes-1613168

 

Em Lisboa, também endividadíssima, observo várias obras de requalificação de passeios pouco utilizados (antes e depois), de bairros inteiros (charquinho em Benfica, cuja zona adjacente ficou com muito mais trânsito ao obrigarem o trânsito ao sentido único no bairro...). Agora proliferam as obras nas grandes Avenidas (Combatentes, Estrada da Luz, Sete Rios, etc...). A dos combatentes e outras foram iniciadas em Novembro, que não só é altura de muito trânsito como de chuva (que por sorte não tem caído, caso contrário pára a obra) ,altura mais conveniente para os empreiteiros e mais incómoda para os cidadãos (em Julho e Agosto Lisboa apresenta muito menos trânsito).  No meio (literalmente) dos passeios fizeram-nos ciclovias, na estrada temos enormes buracos por reparar...  

 

A par disto opera-se em Lisboa a substituição dos contentores de reciclagem por contentores individuais para o mesmo efeito. Alegadamente para combater "as ilhas de lixo" junto aos primeiros. O contribuinte ainda há poucos anos suportou o custo de contentores que agora são deitados fora e suporta o custo de novos.. Têm monograma dourado e tudo! As ilhas continuam na medida em que os contentores do vidro se mantiveram nos locais. 

 

Deitar o lixo fora é agora mais caro e mais complicado. Burocrático mesmo. Obedece a uma escala. Lado a lado com as ilhas.... E os prédios têm que ter espaço para 3 contentores para fazer o que antigamente se fazia com 1. E temos todos que operacionalizar aquilo. E vamos pagando isto tudo.... Só vejo um ganhador: o vendedor dos contentores! 

 

2ª e 6ª, embalagens, mas só se pode colocar depois das 19H00

3ª, 5ª e Sábados, indiferenciados, depois das 19H00

4ª,  papel e catão, depois das 19H00

Vidro: no vidrão com a flexibilidade dos bons velhos tempos....

 

Podia ser mais complicado (mas não era fácil). Podíamos ter que preencher previamente uns impressos para nos vermos livres do lixo ou isso... Ou a escala mudar todas as semanas.. Sei lá... Dêem-lhes tempo...

 

publicado por urreivainu às 15:30
mais sobre mim
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
pesquisar neste blog